Cirurgias Realizadas

seta.gif (64 bytes) LIPOASPIRAÇÃO seta.gif (64 bytes) TUMORES DE PELE
seta.gif (64 bytes) CALVÍCIE seta.gif (64 bytes) LIPOESCULTURA
seta.gif (64 bytes) FACE (PÁLPEBRAS) seta.gif (64 bytes) TRATAMENTO DE CICATRIZES (HIPERTRÓFICAS, QUELÓIDES)
seta.gif (64 bytes) ORELHA DE ABANO seta.gif (64 bytes) CULOTES
seta.gif (64 bytes) NARIZ seta.gif (64 bytes) GINECOMASTIA
seta.gif (64 bytes) SULCOS DA FACE E TESTA (REGIÃO FRONTAL) seta.gif (64 bytes) HEMANGIOMA
seta.gif (64 bytes) MAMA (AUMENTO, DIMINUIÇÃO E ELEVAÇÃO) seta.gif (64 bytes) CIRURGIA DO EX-OBESO
seta.gif (64 bytes) ABDOMEN E DORSO  

 

 

 

 

 


  

LIPOASPIRAÇÃO


A Lipoaspiração é uma cirurgia relativamente simples e pode ser feita em quase todos os pontos do corpo onde haja gordura, com algumas exceções. Os resultados são bastante notáveis.

  • Anestesia: local, peridural ou geral.

  • Tempo cirúrgico: 30 minutos a 6 horas.

  • Recuperação: volta à rotina diária em uma semana a 10 dias.

  • Curativo: malha elástica por 90 dias, mais Drena Linfática (aproximadamente dez sessões).

RETORNAR AO ÍNDICE

 

 

 

 

 

 

   

CALVÍCIE

 
A técnica cirúrgica é simples, porém bastante trabalhosa: ressecamos um fuso de pele da região occipital (nuca), individualizamos fio a fio e colocamos tais enxertos na região calva.

  • Anestesia: local mais sedação ou geral.

  • Tempo cirúrgico: 4 a 6 horas.

  • Recuperação: volta à rotina diária em uma semana.

  • Curativo: apenas uma gaze na zona calva.

RETORNAR AO ÍNDICE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FACE (PÁLPEBRAS)

 
A cirurgia de face tem por objetivo retirar os excessos de pele, tratar a flacidez muscular, ressecar as bolsas de gorduras dos olhos, tratando assim as rugas e estabelecendo o equilíbrio, a jovialidade. Tratamos, junto com a face, a região cervical (pescoço) usando a lipoaspiração associada. Também usamos Enxerto de Gordura e Substância Aloplásticas para preencher os solucos da face e Botox para tratar as rugas da região frontal (testa), ao redor dos olhos, região nasal e pescoço . (Ver item SULCOS DA FACE E TESTA para maiores detalhes).

  • Anestesia: local mais sedação ou geral.  

  • Tempo cirúrgico: 2 a 8 horas.

  • Recuperação: volta à rotina diária em dez a quinze dias.

  • Curativo: usamos gazes úmidas nos olhos por 48 horas. Os pontos da pálpebra são retirados em 48 horas e os restantes, de 5 a 15 dias.

  • Drenagem linfática: feita a partir das primeiras 48 horas, 10 sessões.

RETORNAR AO ÍNDICE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ORELHA DE ABANO

 
A Otoplastia (correção cirúrgica da orelha de abano) é uma cirurgia simples e rápida, na grande maioria das vezes, e é indicada a partir dos sete anos de idade. Os resultados são bastante satisfatórios.

  • Anestesia: local mais sedação ou geral.

  • Tempo cirúrgico: 1 hora a 2 horas

  • Recuperação: volta à rotina diária em 1 semana.

  • Curativo: capacete de crepom por 48 horas e, a seguir, faixa elástica por trinta dias (tipo faixa de tenista ou de bailarina).

RETORNAR AO ÍNDICE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NARIZ

 
A Rinoplastia trata basicamente dois componentes: o estético e o funcional. Nós chamamos um otorrinolaringologista para tratar a parte funcional e fazemos a parte estética. Hoje em dia temos algumas novidades em cirurgia do nariz do ponto de vista técnico. Para casos mais simples (tratamento somente de ponta nasal ou retoques).

  • Anestesia: local mais sedação ou geral.

  • Tempo cirúrgico: 40 minutos a 2 horas.

  • Recuperação: volta à rotina diária de sete a dez dias.

  • Curativo: usamos micropore e Aquaplast, substância bastante leve e permeável.

RETORNAR AO ÍNDICE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SULCOS DA FACE E TESTA (REGIÃO FRONTAL)

 
Para tratar os sulcos da face (marcas, vincos), usamos algumas substâncias de preenchimento como enxerto de gordura ( retirada do próprio paciente) , Retylane, Artecol, Evolution, Soft-Form, as quais são bastante inertes ( não causam reação ou causam muito pouca reação). Porém, nem todas estas substâncias têm resultados duradouros, necessitando alguns retoques, dependendo do caso
.

  • Anestesia: não é necessária, na maioria das vezes, pois o procedimento é indolor. Em alguns casos, usamos anestésicos tópicos.

    Tempo cirúrgico:
    5 a 10 minutos.

  • Recuperação: imediata, em alguns casos. Porém, em outros casos, podem aparecer vermelhidões (eritemas), com recuperação em 24 horas.

  • Curativo: não se usa (somente gelo local).

  • Reposição ou Retoques: depende de cada caso, devem ser feitos de 6 a 12 meses.

 

Para tratar ritides perioculares (pés-de-galinha) e ritides frontais (rugas da testa), região nasal e cervial, usamos o Botox (toxina botulínica tipo A).O efeito do Botox dura de quatro a seis meses. Pode haver casos de formação  de anticorpos à toxina botulínica tipo A, diminuindo seus efeito total ou parcialmente.

  • Anestesia: não é necessária.

  • Tempo cirúrgico: 2 a 5 minutos.

  • Recuperação: imediata. Podem aparecer vermelhidões (eritemas) nos locais de aplicação, com desaparecimento em 12 horas. Não se deve deitar-se por 4 horas após a aplicação.

  • Curativo: não se usa, normamente. Em alguns casos, fazemos bandagem com micropore.

  • Reposição: seis em seis meses.

RETORNAR AO ÍNDICE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MAMA (AUMENTO, DIMINUIÇÃO E ELEVAÇÃO)

 
Aumento:
Para aumentar a mama usamos próteses mamárias de poliuretano, extremamente seguras. O procedimento da inclusão (colocação) da prótese é simples e rápido. Usamos o sulco mamário, de preferência e, em alguns casos especiais, a aréola e a axila para colocar os implantes
.

  • Anestesia: local mais sedação, peridural ou geral.

  • Tempo cirúrgico: 1 a 2 horas.

  • Recuperação: volta à rotina diária (com limitações) em 1 semana..

  • Curativo: faixas de micropore. Não utilizamos pontos na pele.

Diminuição: Os casos de excesso do volume mamário são acompanhados de severas dores lombares, algumas vezes incapacitantes. Existem hoje vários tipos de cicatrizes, devendo o paciente e o cirurgião chegar a uma conclusão conjunta quanto à cicatriz final.

  • Anestesia: bloqueio peridural mais sedação. Em raros casos anestesia geral.

  • Tempo cirúrgico: 2 a 4 horas.

  • Recuperação: volta à rotina diária (com limitações) em sete dias.

  • Curativo: faixa de micropore e sutiã especial.

Elevação: Em alguns casos, por exemplo após a lactação, a mama sofre uma ptose, torna-se flácida. Esta situação pode acompanhar-se de um aumento do volume da mama, ou não. Existem várias soluções para o problema, algumas envolvendo prótese de mama (com cicatrizes mínimas) e outras sem prótese, porém com cicatrizes maiores.

  • Anestesia: bloqueio peridural com sedação. Em raros casos anestesia geral.

  • Tempo cirúrgico: 2 a 4 horas.

  • Recuperação: volta à rotina diária (com limitações) em sete dias.

  • Curativo: faixa de micropore com sutiã especial.

RETORNAR AO ÍNDICE

 

 

 

 

 

 

 

 

  

ABDOMEN E DORSO

 
Existem várias técnicas para tratar a flacidez e o excesso de gordura em abdomen. Hoje, podemos colocar a cicatriz do abdomen junto ao sulco da mama, tornando a mesma imperceptível, fazer pequenas cicatrizes semelhantes às cesáreas, porém um pouco maiores.. O raciocínio é simples: quando temos excesso de pele, cortamos; quando temos excesso de gordura, lipoaspiramos; quando notamos as duas situações, associamos a ressecção de pele à lipoaspiração. Ainda seria interessante acrescentar que usamos de rotina lipoaspirar o dorso quando tratamos o abdomen e fazemos uma plicatura (acinturamento, aproximação) dos músculos abdominais.

  • Anestesia: bloqueio peridural e local com sedação ou geral.

  • Tempo cirúrgico: de 3 a 5 horas.

  • Recuperação: volta à rotina diária (com limitações) em dez dias.

  • Curativo: cinta elástica por 90 dias.

  • Drenagem Linfática: 10 a 20 sessões.

RETORNAR AO ÍNDICE

 

 

 

 

 

 

 

 

   

TUMORES DE PELE


Observamos atualmente vários tipos de Câncer de Pele. Porém, existem três tipos de mais comuns:Carcinoma Epinocelular; Carcinoma Basocelular e o Melanoma (Diagnóstico diferencial com Nevos). O tratamento principal é a cirurgia, sendo que em alguns casos, necessite de tratamento coadjuvante.
São lesões malignas, levando à morte em muitos casos. Qualquer nevo (sinal) ou lesão de pele que mude de cor, sangre, coce ou aumente muito de tamanho rapidamente, deve-se procurar orientação médica. Existem vários tipos de nevos (sinais) que necessitam tratamento cirúrgico. Para tal conhecimento, o dermatologista é o especialista indicado para o diagnóstico, e o cirurgião plástico, para o tratamento.

Devemos nos preocupar com quaisquer sinais que apresente sangramento, prurido (coceira), aumento de tamanho, troca de cor ou trauma constante (sinais localizados na região da barba).

RETORNAR AO ÍNDICE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   

LIPOESCULTURA

 
Nada mais é que a retirada de gordura do local que temos em excesso e colocação da mesma gordura no local que temos falta da mesma (depressões e sulcos). Porém, deve-se saber que a quantidade  de gordura enxertada pode ser absorvida em até 80% do total, podendo necessitar retoques.

Obs: Usamos a injeção de gordura (Lipoenxertia) para tratar depressões em qualquer local do corpo. Por exemplo: pequenas depressões (furinhos) na região glútea.

RETORNAR AO ÍNDICE

 

 

 

 

 

 

 

 

   

TRATAMENTO DE CICATRIZES (HIPERTRÓFICAS, QUELÓIDES)

 
As cicatrizes queloideanas são "excessos" do organismo, são agrupamentos enormes de colágeno. Podem surgir em qualquer local, porém são mais comuns em dorso, região esternal e ombros. O seu tratamento é um desafio para qualquer médico, sendo que a ressecção (retirada) da cicatriz queloideana pode ser indicada como também o uso de malhas compressivas, Triancinolona (corticóide injetável ou tópico) e placas de silicone. A sua profilaxia pode ser obtida através da betaterapia, um tipo de radioterapia, iniciada nas primeiras 24 horas de pós-operatório.

RETORNAR AO ÍNDICE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   

CULOTES

 
Os culotes são regiões de acúmulos de gordura de muito difícil tratamento através de ginástica ou dietas. Usamos lipoaspiração para tratamento dos mesmos, com cicatrizes aparentes.

  • Anestesia: local ou peridual com sedação.

  • Tempo cirúrgico: 1 hora.

  • Recuperação: volta à rotina em sete dias.

  • Curativo: gazes, micropore e malha elástica por 90 dias.

  • Drenagem Linfática: 10 sessões.

RETORNAR AO ÍNDICE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   

GINECOMASTIA

 
É o aumento do tecido mamário do homem, pode-se apresentar em vários graus desde um pequeno broto mamário, até um completa mama formada. É realizada lipoaspiração mamária ressecçcão da glândula excedente ou ambas

RETORNAR AO ÍNDICE

 

 

 

 

 

 

 

 

   

HEMANGIOMA

 
São malformações de artérias, veias e, às vezes, nervos, de origem congênita. Algumas lesões regridem com o crescimento, sendo recomendável nunca serem tratadas com cirurgia antes dos quatro anos de idade, somente em casos especiais. Deve ser feita uma consulta para estabelecer o diagnóstico correto.

RETORNAR AO ÍNDICE

 

 

 

 

 

 

 

 

   

CIRURGIA DO EX-OBESO

 
A situação mais comum enfrentada pelos cirurgiões plásticos é receber o paciente obeso necessitando perder peso e tendo de voltar periodicamente à consulta para reavaliação. Em alguns casos isto é possível, possibilitando melhores resultados. Em outros casos, isto não é ocorre e nós temos que estar preparados para um possível suporte psicológico e clínico. Não raro, deparamo-nos com casos de Obesidade Mórbida (I.M.C. >40). Orientamos o paciente a procurar tratamento cirúrgico (Gastroplastia),pois é, nestes casos, a única solução. Há casos de pacientes já operados, que por consequência perderam 60 a 100% do excesso de peso. A proposta cirúrgica consiste em transformar a cirurgia em elemento de meio e não de fim.

Há várias técnicas para o tratamento do contorno corporal, algumas antigas e consagradas, outras inovadoras e de nossa autoria. As cirurgias para os ex-obesos, na sua maioria, são mais complexas que as tradicionais. Existem tratamentos para quase todas as áreas anatòmicas afetadas pela flacidez excessiva após emagrecimento: Face-lifting, Braquioplastia, Toracoplastia, Mamoplastia com ou sem inclusão de implantes mamários, Torsoplastia, Lifting Crural e Lipoaspiração e/ou Lipoescultura.

Cada caso difere de outro, portanto deve ser avaliado com critério clínico e técnico-cirúrgico, traçando o Plano Cirúrgico junto ao paciente, de acordo com suas prioridades.

  • Anestesia: peridual com sedação ou geral.

  • Tempo Cirúrgico: 3 a 10 horas.

  • Recuperação: em 15 dias pode-se retornar ás atividades diárias.

  • Curativos: diários até 15 dias quando são retirados todos os pontos. É comum observar grande quantidade de SEROMA (punção em consultório pelo menos uma vez por semana até desaparecer totalmente)

  • Drenagem Linfática: início a partir de uma semana de pós-operatório.

RETORNAR AO ÍNDICE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   

RECOMENDAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS


Para todo tipo de cirugia:
  • 30 (trinta) dias sem exercícios;
  • 90 (noventa) dias sem luz solar direta;
  • 30 (trinta) dias sem calor
  • Lipoaspiração: usar malha compressiva por 90 (noventa) dias;
  • Mamoplastia: usar sutiã pós-operatório por 90 (noventa) dias, evitar levantar os braços por 20 dias;
  • Abdominoplastia: usar malha compressiva por 90 (noventa) dias e manter corpo encurvado por sete (sete) dias;
  • 20 (vinte) sem dirigir;
  • Alimentação: Leve (primeiras 24 horas) - sopas, sucos, etc.
                        Livre (após 24 horas).

.

RECOMENDAMOS EXPRESSAMENTE NÃO FUMAR (OU FUMAR O MÍNÍMO POSSÍVEL) NO PERIODO DE PÓS-OPERATÓRIO.


RETORNAR AO ÍNDICE